segunda-feira, 26 de dezembro de 2011

Eu e a Água

Adoro essa foto. Me dá vontade de ficar olhando para ela minutos a fio. Fico viajando e imaginando se cada gota tivesse vida própria. Fantástico mundo de Bob...

Ouvindo: Alanis Morissette - Head Over Feet (acoustic)

domingo, 25 de dezembro de 2011

Menina-Flor 2

Olha outro docinho aí. Tomara que um dia a mãe as encontre aqui e entre em contato para que eu possa fornecer a foto em grande qualidade.







































Ouvindo: Renato Russo - Mais Uma Vez

sábado, 24 de dezembro de 2011

Menina-Flor 1

Parece que ela posou pra mim né? Que nada. Estava chuviscando e ela ficava toda hora levando a florzinha (de papel!) pra tomar água. Depois que vi a primeira vez, fiquei aguardando e logo ela foi de novo. Eu click. Tem fotos que eu gostaria tanto de dividir com os fotografados e sua família. Sinto banzo da hora inexistente deste encontro entre retrato e retratado...







































Ouvindo: Gilberto Gil - Toda Menina Baiana

sexta-feira, 23 de dezembro de 2011

quinta-feira, 22 de dezembro de 2011

Bem-Te-Vi como o verão

Ai de ti, ó meu amor
Siga as notas da canção
Bem-te-vi, ó meu bem-te-vi
Brilho frágil de emoção
Na alegria das manhãs
No começo de estação
Bem-te-vi, ó meu bem-te-vi
Brilho frágil de ilusão
Bem-te-vi, bem-te-vi, bem-te-vi
Como verão, não...
Voa livre por entre os jasmins
E pousa no meu coração



















Ouvindo: Trio Pé-de-Serra - Bem-Te-Vi

Flertando com black & white

E não é que eu gostei! Foi bom pra você?




















Ouvindo: A Tribe Called Quest - Can I Kick It

quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

Da Série Retratos: Áureo Vilhena

Fotografando no Forte de Copacabana, parei pra ver uma exposição de bonecos gigantes de papel, "Presépio Brasileiro". Me emocionei com a tônica religiosa da exposição e, depois de conversar com o artista plástico, Áureo Vilhena, resolvi fazer um retrato dele. Quem quiser saber mais, visite o site: http://aureovilhena.blogspot.com/ . Espero que ele goste do retrato.







































Ouvindo: Toni Tornado - Se Jesus Fosse Um Homem de Cor (Deus Negro)

Barwoman

Me encantei com a beleza desta barwoman. Um belo sorriso. De frente, olhos negros, um rosto e nariz alongado e uma candura que mais parecia uma pintura de Modigliani. Lívia me deu licença e eu fiz algumas belas e discretas fotos dela.

 Ouvindo: Novos Baianos - Brasil Pandeiro

sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

Maple Syrup e Melão Cantaloupe

Essa foto é só pra contar duas histórias:
Comprei minha primeira DSLR há apenas alguns meses. Fotografei a vida inteira com câmeras mais simples. Juntei grana por uns três anos para comprar um equipamento melhor. Tudo bem planejado. Estudei objetivas, fiz planilha comparativa de lentes e equipamentos, pesquisei preços etc. Em setembro comprei a bicha. No segundo dia fotografando com ela, fui tomar café da manhã no Upper West Side, antes de partir pro Central Park e Dakota Building. O famoso Sarabeth's estava lotado, então fizemos o breakfast num lugarzinho charmoso a alguns metros dali. Sentamos numa mesa na calçada e fiquei fotografando a rua enquanto aguardava o pedido. Quando este chegou, comecei a comer e mantive a câmera pendurada no pescoço. Puta erro de principiante! Lá se foi uma enorme gota de maple syrup em cima dos controles superiores da câmera. E eu só vi uns 15 minutos depois, quando o xarope já estava devidamente escorrido nas reentrâncias da máquina e quase me causando um infarto... E danei a lambê-la ali mesmo, pra sugar aquele caldo e impedir o pior! Se passasse o guardanapo ia grudar tudo e ainda empurrar mais o líquido grudento nas frestas. Nem sei se alguém me olhava com estranhamento. Sei que fiz de tudo pra limpar e parece que funcionou, porque não tive nenhum problema depois. Mas o susto foi enorme! Já no hotel fiz uma limpeza muito mais caprichada, com cotonetes, palitos, álcool etc.
A segunda história é que uns quinze dias depois, já no Brasil, tive uma tremenda infecção intestinal. Fiz uma retrospectiva e não lembrava de nada que tivesse comido e que pudesse ter provocado o problema. Estava no auge do caso de mortes causadas por infecções da bactéria listeria nos EUA, aquela dos melões cantaloupe. Também não me lembrava de jeito nenhum de tê-lo comido em NY. Sabia que havia comido muitas frutas lá mas o tal melão não. Até que revendo algumas fotos achei o danado, escondido entre mangas, morangos, bananas e kiwis, lá estava ele. Decerto eu estava obnubilado pelo caso do maple syrup no momento pra não lembrar depois!



















Ouvindo: Miles Davis - So What.

quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

A surpresa está nos detalhes

A foto abaixo era imensa. Era a vitrine de uma grande loja. Nem sei o que me atraiu na foto. Mas depois em casa, examinando as possibilidades de recorte, vi que ficaria muito interessante manter somente o detalhe abaixo, que corresponde a não mais que 5% da imagem original. Era uma foto perdida, terminou interessante!




















Ouvindo: Count Basie - Mole Moves House

terça-feira, 13 de dezembro de 2011

Da série: fotos do Eataly

O Eataly é um espetáculo, para gourmands e fotógrafos. Me rendeu fotos adoráveis que, aos poucos, vou colocando aqui. Abaixo, uma da "salumeria":























Ouvindo: Apollo Nove - Traz Um Alívio

segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

Momentos

Acho que essa é minha "Derrière la Gare Saint-Lazare" (Cartier-Bresson - 1932). É como ele dizia sobre captar um instante único. É tudo que um fotógrafo busca. Minha "Derrière la Gare" é simples, simples, mas registra o esforço da mãe em parecer séria para educar. Registra a surpresa da criança que, com as mãozinhas no peito, quase diz: "Mas eu não fiz nada!".  Só a 85mm (135 na minha 60D) para me permitir tal precisão de foco, à distância.







































Ouvindo: Jethro Tull - Cold Wind To Valhalla

quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

Da Série: Cores

Amo cores, adoro fotos coloridas, nem que seja só pelas próprias cores. Tenho muitas assim. É claro que me preocupo também com a composição, sem descuidar do enquadramento, mas o que importa mesmo são as cores. Um arco-íris se possível. Vai aí um bom exemplo:


























Ouvindo: Led Zeppelin - In The Light

A difícil vida de um fotógrafo amador

Caramba, essa foi muito engraçada. Essa moça estava fazendo um ensaio fotográfico profissional no Central Park. Eu tinha acabado de comprar minha câmera e não podia perder aquela chance. Quis tirar uma casquinha da modelo profissional... Mas, logicamente, a equipe do fotógrafo não gostou da idéia. Eu estava na calçada oposta fotografando e um assistente ficou se colocando entre mim e a modelo, me impedindo de fazer as fotos. Se eu andasse pro outro lado ele também andava. Estava de costas pra mim mas me olhava pelo canto do olho. Minha mulher ria a valer. De qualquer maneira consegui alguns belos registros antiéticos. Pra não passar dos limites, posto só meio corpo!





















Ouvindo: Los Hermanos - Todo Carnaval Tem Seu Fim

segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

Da Série: Cores

Jardim Botânico em 04/12/2011, com Paulo Machado. Mais um dia nublado. Pelo menos avistei o tucano.


















Ouvindo: Simon & Garfunkel - The Sound of Silence

sábado, 3 de dezembro de 2011

Vendemos fotos

No Paraty em Foco, conheci um grupo de fotógrafos andarilhos que vivem, de cidade em cidade, da venda de suas fotografias. Fiquei de longe observando, sentado na Praça da Matriz, e consegui o flagrante abaixo. A lente 85 mm, que na minha 60D corresponde a uma 135mm, me dá essa liberdade de fotografar as pessoas bem à vontade. Aliás, quem não estava à vontade era eu. Tinha comido uma empanada que me fez mal e estava aguentando antes de ir pro hotel porque senti que ia conseguir uma boa foto a qualquer momento. Depois desse registro foi correr pra Pousada!



























Ouvindo: Roosevelt Sykes - Devil's island Gin Blues